Notícias

AUDIENCIA SAO BERNARDO DO CAMPO.jpg

19/07/19 13:41 / Atualizado em 19/07/19 14:13

Defesa dos bancos públicos é tema de audiência pública na Câmara Municipal de São Bernardo

O evento contou com a participação da representante dos empregados no Conselho de Administração da Caixa e diretora da Fenae, Rita Serrano

A política de desmonte e os riscos de privatização das empresas públicas, especialmente dos bancos -Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil – foram abordados durante audiência pública realizada na última quarta-feira (17) na Câmara Municipal de São Bernardo do Campo (SP).

 A representante dos empregados da Caixa no Conselho de Administração e diretora da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae), Rita Serrano, participou do evento. “Boa parte do desemprego hoje no país vem do desmantelamento das empresas públicas e, sem essas empresas, não há desenvolvimento”, disse.

Segundo ela, a política de enxugamento já se comprova pelos números dos últimos balanços, com a diminuição do crédito, perda de clientes e de mercado, corte nos investimentos, aumento de juros e tarifas. “A Caixa tem quase 70% do mercado habitacional, idem no crédito agrícola com o BB, nenhum banco privado investe de fato no desenvolvimento do país”, enfatiza Rita Serrano.

Participaram também da audiência, requerida pela vereadora Ana Nice (PT), George Vitti, secretário geral do Sindicato dos Bancários do ABC; Leonardo Quadros, da Apcef-SP; Alexandre Castilho, do Sindipetro; Antônio Saboia Júnior, diretor de Bancos Públicos da Fetec-SP; José Freire, CUT-ABC.

Durante o debate, os representantes dos trabalhadores destacaram a importância das empresas públicas no cenário socioeconômico no Brasil e os prejuízos que podem ocorrer com a venda dessas empresas como deseja o governo de Jair Bolsonaro.

O secretário geral do Sindicato do Sindicato dos Bancários do ABC disse que o objetivo é desmistificar falsas informações de que empresas públicas não prestam. “É importante levar essa discussão para todos nessas audiências porque, muitas vezes, nós caímos nas ´fakes news´ dos ataques midiáticos de que as empresas públicas são ruins e as empresas privadas são boas”, disse George Vitti.

A vereadora Ana Nice (PT) destacou a importância dos bancos públicos para os municípios. e criticou a atual administração municipal em seu processo contra empresas públicas. “A administração de São Bernardo do Campo que busca recursos na Caixa e BB para investimentos na cidade, não defende empresas públicas e a sua importância, tanto que enviou um projeto para a Câmara para criar um departamento de desestatização”, disse a vereadora.

Essa importância dos bancos públicos para o município também foi abordada por Leonardo Quadros. “A atuação da Caixa e do Banco do Brasil na cidade é de suma importância, tanto que a cada R$ 10,00 de financiamentos, investimentos e empréstimos realizados no município, R$ 9,00 são oriundos desses bancos”, afirma o representante da Apcef/SP.

 

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado